top of page
  • Foto do escritorEppurSi - CAFF

Auxiliar na realização da Justiça: a homenagem possível ao falecido Agente da P.S.P. Fábio Guerra!

Atualizado: 17 de fev.



 




Auxiliamos na (In) Justiça!





Amanhã, 11 de Abril de 2023, pelas 09H15, no Parque da Nações, Lisboa, Campus de Justiça, Edifício A, começa o julgamento - Tribunal do Júri - dos dois fuzileiros que estiveram envolvidos numa rixa com elementos da P.S.P. à porta de um estabelecimento de diversão nocturna, resultando das agressões mútuas ocorrridas a infeliz morte do jovem Agente da P.S.P. Fábio Guerra.


Fonte: Eppur Si - Consultoria, Análise e Formação Forense, Lda.

Os objectivos da equipa transdisciplinar de defesa do jovem fuzileiro Cláudio Coimbra são muito claros:

-transformar a ignorância em Conhecimento;

- transformar a apatia em Interesse (informado);

- transformar o preconceito em Aceitação (incondicional);

- transformar hostilidade em Compreensão.

Objectivos muito difíceis de alcançar, uma vez que desde o primeiro minuto o jovem Fuzileiro Cláudio Coimbra foi condenado na praça pública, desconhecendo os Almirantes, Presidentes e Ministros o que realmente sucedeu na madrugada fatídica em que um jovem Agente da P.S.P., Fábio Guerra, perdeu estupidamente a vida, ainda que todos tenham mais do que condenado o acto, condenaram o indivíduo que se presume inocente até estar o seu contrário provado em Tribunal.


Possamos todos nós contribuir para a realização idónea e capaz da Justiça, prestando sentida homenagem à memória do jovem Agente da P.S.P. Fábio Guerra, porque condenar para que as nossas consciências se pacifiquem mesmo sem apurarmos com exctidão o que sucedeu, condenar porque necessitamos de justificar uma morte estúpida, condenar porque temos de demonstrar que o erro, a falha, a insuficiência não está nas instituições mas sim no indivíduo, não é realizar de forma idónea e capaz a Justiça, não é homenagear a memória do jovem Agente da P.S.P. Fábio Guerra.


Nas imagens que a CMTV passou no dia 7 de Abril de 2023, é visível o momento em que o jovem Fábio Guerra, Agente da P.S.P., aparecendo nas costas do jovem fuzileiro Cláudio Coimbra, o agride a soco colocando-se de seguida em fuga.


A equipa transdisciplinar de defesa do jovem Cláudio Coimbra editou as imagens/vídeos existentes no processo, documentando dessa forma o que de facto se passou, ou seja, aquilo que não foi isolado, separado, descontextualizado propositadamente para a construção de uma narrativa que descreve o jovem Cláudio Coimbra como o vilão, o mau, o desrespeitador da autoridade, o frio e imparável assassino.

A presidente do Colectivo de Juizes do Tribunal do Juri que vai julgar o jovem Cláudio Coimbra, não permitiu que a defesa juntasse o documento aos autos para que se pudesse mostrar ao Tribunal!


A equipa transdisciplinar de defesa do jovem Cláudio Coimbra, solicitou a presença do Juiz de Instrução, Dr. Carlos Alexandre e da Magistrada do Ministério Público, Dra. Felismina Franco como testemunhas.

A presidente do Colectivo de Juizes do Tribunal do Juri que vai julgar o jovem Cláudio Coimbra, não permitiu que a defesa arrolasse as testemunhas, apesar de ter permitido ao Ministério Público (Acusação) que mudasse as suas!


Vejam e escutem o que diz o Dr. Rui Pereira relativamente aos Tribunais do Júri em Portugal e aos Juizes que presidem aos mesmos (CMTV 7 de Abril de 2023):



É muito triste o nosso atraso civilizacional no que à Justiça diz respeito.

Lamentável a falta de participação cívica, reprovável a soberba e a arrogância de alguns Juizes que acreditam encerrar em si a infalibilidade papal quando falam ex cathedra.

Conquanto tudo indique que a presidente do Colectivo deste Tribunal Do Júri (anteriormente formadora no Centro de Estudos Judiciários) acredite piamente no dogma da infalibilidade papal, neste caso da sua própria infalibilidade, nós não acreditamos e enquanto membros da equipa transdisciplinar de defesa do jovem fuzileiro Cláudio Coimbra, vamos enviar para várias entidades a cópia do requerimento que chegará  ao TRIBUNAL JUDICIAL DA COMARCA DE LISBOA JUÍZO CENTRAL CRIMINAL DE LISBOA – JUIZ 2 Processo n.º 266/22.5SGLSB, para que de uma vez por todas se opere a mudança, a evolução desejada na Justiça em Portugal.


Vamos, todos, de facto auxiliar na realização capaz e idónea da Justiça e julgar o(s) responsáveis pela morte do Agente da P.S.P. Fábio Guerra, a única forma de homenagearmos a sua memória, mas sem atropelos, "justicialismos histéricos", mau jornalismo, exercícios de soberba e de poder, inaptidões, preconceitos, ignorância e manifestações notórias de incompetência técnica legal.

As instituições referidas, a saber:

  1. Presidente da República

  2. Primeiro-Ministro

  3. Presidência do Conselho de Ministros

  4. Ministra da Justiça

  5. Presidente da Assembleia da República

  6. Comissão Permanente de Assuntos Constitucionais, Direitos Liberdades e Garantias

  7. Grupo Parlamentar do PS

  8. Grupo Parlamentar do PSD

  9. Grupo Parlamentar do CHEGA

  10. Grupo Parlamentar do IL

  11. GrupoParlamentardoPCP

  12. Grupo Parlamentar do BE

  13. Deputado do PAN

  14. Deputado do Livre

  15. Provedora de Justiça

  16. Tribunal Constitucional

  17. Supremo Tribunal de Justiça

  18. Conselho Superior da Magistratura

  19. Procuradora Geral da República

  20. Conselho Superior do Ministério Público

  21. Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados

  22. CEMGFA - Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas

  23. Comité das Nações Unidas Contra a Tortura

  24. Amnistia Internacional

  25. Conselho da Europa

  26. Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH)

  27. Parlamento Europeu

  28. Comissão Europeia

  29. Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE)

  30. Liga Portuguesa dos Direitos Humanos – CIVITAS

  31. GOL – Grande Oriente Lusitano - Maçonaria Portuguesa

  32. GLLP – Grande Loja Legal de Portugal

  33. OSCOT - Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo

  34. Observatório dos Direitos Humanos

  35. OCDE

  36. SEDES

  37. SOS Racismo

  38. Gabinete do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos

  39. Organização Educacional, Científica e Cultural das Nações Unidas (UNESCO, do inglês

  40. Gabinete de Instituições Democráticas e Direitos Humanos da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE)

  41. Centro de ação dos direitos humanos

  42. Human Rights Watch

  43. Associação Nacional para o Desenvolvimento de Pessoas de Cor (NAACP, do inglês National Association for the Advancement of Colored People)

  44. Comissão para os Direitos Humanos, Conselho da Europa

  45. Defensor do Povo Europeu

  46. ADDHU - Associação de Defesa dos Direitos Humanos

  47. OIKOS Cooperação e Desenvolvimento

  48. Pro Dignitate – Fundação de Direitos Humanos

  49. CNDH - Comissão Nacional para os Direitos Humanos

  50. CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

  51. Plataforma Direitos Humanos Portugal

  52. Front Line Defenders

1.229 visualizações3 comentários

3 Comments


Guest
Apr 12, 2023

Só há isso do video? 28 segundos em camara lenta que devem representar 2 segundos reais?

Quem leu os depoimentos dificilmente acredita nos arguídos, agora é esperar para ver se os juízes acreditam!

Like
Guest
Apr 12, 2023
Replying to

Espere pela decisão final.

O resto dos videos (aqueles que mostram os arguidos aos pontapés no Fábio já com ele inconsciente no chão) já os juízes visionaram. De tal modo que Vadym não se aguentou á pressão e já alterou a sua versão dos factos.


Like
bottom of page